Como acessar artigos científicos de graça?

Um aluno finalizando correções de sua tese, se depara com o comentário de seu orientador: 
-"Adicionar ao fim dessa frase, referência Osman et al., 1998, por favor". 

Em uma busca no Google, o aluno se surpreende. Para ler Osman et al., 1998, a revista exige uma simbólica contribuição de 30 dólares. Isso mesmo, 30 dólares, mais de 100 reais, para que o aluno possa ler um único trabalho, que foi financiado com dinheiro público. Os autores, os revisores, não receberam nenhum centavo da revista pela publicação do trabalho. Mas essas são as regras.

Em Abril de 2011, as regras mudaram. Em um plot twist, uma cientista do Cazaquistão, Alexandra Elbakyan, criou o Sci-hub - site capaz de burlar o sistema de pagamento para acesso do artigo. Ele possuí um site irmão, chamado LibGen. Esses servidores piratas, muitas vezes chamados de PirateBays da ciência, já contém mais de 51 milhões de artigos, sendo de fácil uso. Um breve tutorial abaixo: 

Imagine que, o link do artigo que você quer acessar seja:

http://www.pesquisabiomed.blogspot.com/artigo-interessante.pdf

Para acessar o artigo pelo Sci-hub, basta adicionar .sci-hub.bz ao final do .com indo para este endereço:

http://www.pesquisabiomed.blogspot.com.sci-hub.bz/artigo-interessante.pdf

E, voilà! Se um dos servidores do Sci-hub tiver acesso a esse artigo ele te direcionará à versão PDF do seu artigo de interesse. 100% de graça, e obviamente, 100% ilegal.



O fato de ser ilegal não está impedindo quase ninguém de utilizar o serviço. A revista Science publicou que em um período de apenas 6 meses, o Sci-hub teve mais de 28 milhões de downloads de artigos científicos. Cientistas do Irã até do Vale do Silício estão utilizando. Brasileiros, inclusive, são uma parcela significativa. (Nesse site é possível ver quais foram os artigos mais baixados em diferentes regiões do país).

Caso o Sci-hub seja bloqueado

É uma questão de tempo para que as editoras conseguam tirar, ao menos temporariamente, o Sci-hub do ar. Nesse caso, quais seriam as alternativas de obter gratuitamente artigos científicos?

1) Google Acadêmico. É a melhor forma, depois do Sci-hub. Lá, é possível encontrar links para PDF do artigo anexados em outros sites, como sites de laboratório, ou o no Researchgate;

2) Pedindo diretamente para os autores por e-mail. Normalmente, autores são solícitos quando alguém está interessado em ler seus trabalhos;

3) Twitter. Sim, uma das formas de conseguir um artigo de interesse é pedir o artigo para alguém que tenha acesso com a hashtag #iCanHazPDF;

4) PrePubmed ou preprints: Está cada vez mais frequente pesquisadores na área biomédica depositarem seus trabalhos em uma versão que precede a revisão de pares em uma formato chamado preprint. O banco de preprints mais famoso na área biomédica é o bioRxiv, e uma das formas de procurar em todos bancos de preprint de uma vez é utilizar o site PrePubmed.

Se nenhuma dessas estratégias funcionar, uma última alternativa é procurar em bibliotecas de universidades. Pergunte para seu orientador, mas não faz tanto tempo que essa era a única forma de conseguir ler artigos científicos.


Gostou da leitura? Nos acompanhe no Facebook e Twitter

0 comentários:

Postar um comentário

 
biz.